Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Vender bem é suficiente?


Você sabia que mais de 40% dos negócios dos mais variados segmentos decretam falência por ausência de uma boa gestão financeira?


No artigo de hoje, abordaremos esse tema e daremos ótimas dicas para garantir a evolução da sua revenda de semijoias. Boa leitura!


O que você espera da revenda de semijoias?


Trabalhar como revendedora de semijoias, definitivamente, não é para qualquer pessoa. Perfil e dom são qualidades naturais de quem atua nesse ramo.   


Mas se você chegou até aqui, certamente foi seduzida pela dinâmica que envolve a arte da persuasão, pela possibilidade de trabalhar para si e de ser sua própria mentora, além de enxergar no segmento de semijoias, oportunidades de realização pessoal que convertam seus sonhos em realidade.


Leia mais sobre como empreender: https://www.pictan.com.br/blog/empreendedorismo-como-iniciar-no-mercado-de-semijoias/


Independência financeira foi feita não só para ser colocada em prática, mas para ser estendida a longo prazo e para que se possa viver disso.


Porém, alguns fatores importantes vão além da liberdade de ser sua própria chefe ou de fazer seu próprio horário de trabalho. São exatamente o privilégio e a autonomia que devem ser conduzidos com seriedade e disciplina, caso contrário, seu negócio de semijoias pode não ir adiante e frustrar todas as suas expectativas.


Trabalhar com paixão é sensacional, mas, obviamente, todos nós esperamos retorno financeiro no final do mês, não é mesmo?


Chegamos no ponto tema de hoje e queremos que você faça um mapeamento do seu negócio de semijoias desde já, baseando-se em ações e dicas que abordaremos por aqui.


Considere a gestão financeira de seu negócio e responda:


Quais estratégias você utiliza para lucrar ou onde você pode estar falhando?


Vamos falar mais sobre isso?


Afinal de contas, é lucrativo vender semijoias?


Bastante!


Mas uma das premissas para fazer valer essa afirmativa, é ter em mente que colocar a carroça na frente dos bois nunca levou ninguém ao sucesso.


Associar as conquistas alheias à sorte de principiante, é um dos maiores equívocos que se pode cometer. Pode ter certeza de que por trás desse contexto, foi colocado muito planejamento, empenho e muito conhecimento financeiro também.


Tudo bem, algumas revendedoras conseguem iniciar um negócio de semijoias contratando uma consultoria que as orientem ou até mesmo fazendo uso de anúncios pagos em redes sociais, porém, nem todas dispõem de verba para tanto.


O segredo para a evolução de seu projeto de vida consiste exatamente em não cair na tentação de comparar a sua história à da concorrência. É esse o princípio que define você e sua revenda de semijoias como únicos e que te livra de qualquer tentação ou impulsividade que te levem a investir um dinheiro que você não tem.


Se o intuito é seguir lucrando com semijoias, não dê passos maiores do que suas pernas conseguem.


A impulsividade interrompe a evolução!


Ao seguir a linha estratégica que alia bom gosto, preço acessível, qualidade e, principalmente, planejamento, seu caminho para o crescimento é certeiro como uma flecha.


E por falar em planejamento, fique por dentro de alguns termos e dicas financeiras que te darão base para fazer brilhar seus rendimentos. 


Como montar um plano de negócios para a minha revenda de semijoias?


Quanto mais dinâmico e estratégico for seu planejamento, melhor. E para isso, é preciso atentar-se a alguns passos e entender a importância de cada um.


Separamos alguns itens para orientar seu plano de negócios:


– Monte uma planilha mensal e aponte tanto seus gastos quanto a sua previsão de ganhos. Planilhas oferecem uma visão ampla e panorâmica, favorecendo seu controle.


– É sempre importante manter um capital de giro ativo, que nada mais é que uma reserva financeira pronta para manter seu negócio de pé, evitando a falta de recursos por possíveis atrasos de pagamentos de clientes, por exemplo.


– Evite retiradas desnecessárias e recorrentes. Estipule datas e obedeça-as. Essa regra é essencial para manter a estrutura de sua revenda de semijoias.


– Tenha uma conta exclusiva para movimentar o seu negócio e jamais misture-a aos seus gastos pessoais. E isso se adequa também aos cartões de crédito: cada um com seu cada qual.


– Possua um fundo de emergência para períodos de férias ou períodos de redução nas vendas.


Dicas valiosas como essas reluzem no final do mês. Pode apostar!


Por fim, como calcular preço de venda de semijoias?


Seguindo os passos anteriores, fica mais fácil falarmos em receitas que você espera receber mês a mês, mesmo contando com as variações que o ano nos proporciona.


Geralmente, a margem de lucro ideal para semijoias varia entre 40% e 150%.


Você deve estar se perguntando o que faz a lucratividade flutuar nesses extremos. Temos a resposta:


Ao precificar semijoias, cobra-se, além do valor da peça, a qualidade, a exclusividade e a excelência do serviço.


Devem ser inclusos, também, valores relacionados a embalagens, formas de atendimento e de entrega.


E você? Quanto deseja lucrar?


Conecte-se ao universo Pictan e descubra as mais variadas formas de levar rentabilidade ao seu negócio.


Nossa plataforma digital já tem mais de 4.000 semijoias catalogadas esperando por você, revendedora!


Inovador, prático e rápido. Bom pra quem compra e pra quem vende semijoias!


Venha crescer conosco!


Cadastre-se agora mesmo: https://app.pictan.com.br/login

Veja mais

Aproveite as vantagens de comprar ou produzir semijoias online

Conheça a Pictan

App de Semjoias Pictan

Obrigada por me
escolher para ajudar
você a movimentar seu negócio de semijoias.

Após avaliação do seu negócio, um(a) representante Pictan vai entrar em contato.


Estou ansiosa para começar a conectar sua empresa com revendedores e atacadistas de todo o Brasil!


Tmj!

Informações da sua empresa

Preencha as informações abaixo e comece a movimentar seu negócio de semijoias.